A teoria do agora

Todo mundo tem lá suas inspirações. Secreta ou escancaradamente sempre temos alguém quem admiramos. A “Teoria do Agora” comentada pela minha inspiradora e querida tia Pã, da página “100dinheiro, 100frescuras e 1000destinos” é um ótimo resumo do que tenho tentado usar para explicar às pessoas o que desejo para minha vida agora.

Iglesia en Ancud, Chiloe, Chile
Iglesia en Ancud, Chiloe, Chile

 

Para muitos pode parecer simplista demais, loucura demais, ou simplesmente demais. Não é minha intenção transformar a cabeça de ninguém ou convencer qualquer pessoa a fazer o mesmo que estou fazendo. Cada um sabe de seus agoras e de seus depois.

O que eu penso, é que a vida é MUITO para ser desperdiçada. Cada dia que usamos em projetos que não nos alimentam a alma, não nos inspiram e somente sugam nosso tempo e nossa energia, é um desperdício. Obviamente, eu não sairia por aí sem um mínimo de planejamento ou sem pensar sobre como vou viver, onde vou dormir, como me manterei sem um trabalho fixo (isso por uma limitação minha). Mas simplifico as respostas a estas perguntas refletindo sobre como outras pessoas também o fazem e vejo que é possível.

Muitas pessoas são extremamente felizes e realizadas com sua vida familiar, encontram alegria em ter um parceiro (a), casar, ter filhos. Outras são felizes estudando, emendando um mestrado em outro, partindo para doutorados. Admiro todas essas formas de realização pessoal. Na verdade, admiro todas as pessoas que são felizes e levam a vida que desejam, independente do que a sociedade vai pensar, são fiéis a si mesmas e praticam a linguagem do amor.

Eu me sinto feliz e empolgadassa imaginando viajar o mundo e ter a oportunidade de conhecer milhares de pessoas (incríveis ou nojentas, sejamos realistas), a bagagem cultural que isso vai me adicionar, os mais diversos lugares que só conhecemos através de experiências alheias, quero colocar meus pés lá, respirar com o meu próprio narizinho gordo desde o ar gélido da Patagônia até o calorento do Atacama.

Palacio de La Moneda, Santiago, Chile
Palacio de La Moneda, Santiago, Chile

Isso é o que tem me movido e é isso que eu quero agora.

Eu penso sim no futuro, em ter alguma estabilidade para minha velhice, para a velhice dos meus pais e dos meus filhos (se existirem), fiz minha faculdade, adquiri a bagagem convencional que julgava necessária. No futuro, posso casar, ter filhos, voltar a perseguir uma carreira, comprar um carro, um apartamento, porém, eu não vivo no futuro.

Eu vivo no presente.

E o que meu coração me mostra que devo fazer é alimentar o que me faz feliz hoje.

1 comentário Adicione o seu

  1. Republicou isso em Sonhos de Viagense comentado:

    Reforço mental: Viver no AGORA.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s