Abaixo rótulos!

Caminhando para o trabalho, olhando para o céu infinitamente azul da minha bela cidade, me pego filosofando (pra variar! rs). Afinal, por que a gente tem que se cobrar tanto? Devemos mesmo saber o que queremos com tamanha precisão? Ser coerente implica em ter as mesmas crenças, as “bases” bem fundamentadas? Eu sou um ser…

Minha paixão pelo carteiro

Meu segundo dia em Ushuaia foi incrivelmente lindo, como se espera de uma véspera de Natal. Eu e Gastón saímos cedo com destino ao Parque Nacional Tierra del Fuego, com um ônibus que custa 300 pesos ida e volta (mas não pagamos! \o/). Fizemos uma pequena parada por onde passa o Trem do Fim do Mundo…

Sobre a época de reflexões infinitas

Fim de ano veio, 2016 chegou e com eles a nostalgia. Não sei por que, mas essa época do ano (especialmente no fim do ano) a gente começa a fazer balanços de tudo que passou, avalia as coisas boas e ruins que fizeram parte da construção da nossa vida durante o período, é geralmente uma…

Pensando sobre saudades

Hoje acordei nostálgica. Talvez pela lembrança assim que abri os olhos dos dias que passei na Argentina. Ou talvez porque revi minha vó ontem depois de vááários dias longe. Também pode ser porque minha bisa está doente e eu não fui mais visitá-la. A soma de tudo isso, pode ser também. O fato é que…